Curitiba / PR - sexta-feira, 21 de julho de 2017

PROGRAMA DE TREINAMENTO TEÓRICO-PRÁTICO EM LAPAROSCOPIA GINECOLÓGICA

PROGRAMA DE TREINAMENTO TEÓRICO-PRÁTICO EM LAPAROSCOPIA GINECOLÓGICA - 11 módulos

 

APRESENTAÇÃO DO PROGRAMA

 

            O programa de treinamento teórico-prático em endoscopia ginecológica foi desenvolvido para suprir uma carência dos Programas de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia. São poucos os serviços de Residência Médica em que os residentes terminam sua formação e se sentem aptos a realizar procedimentos cirúrgicos por via endoscópica, ainda que procedimentos de baixa complexidade.

            A cirurgia endoscópica é o tratamento padrão ouro para a grande maioria das doenças ginecológicas e o seu conhecimento é essencial para a boa prática cirúrgica ginecológica no mercado atual.

            Como tudo na Medicina, a cirurgia endoscópica necessita de um embasamento teórico e uma curva de aprendizado prática (que pode ser maior ou menor de acordo com o esforço individual de cada aluno) para que possa ser desenvolvida com segurança e efetividade.

 

OBJETIVO

 

            Formar cirurgiões capacitados a realizar cirurgias ginecológicas endoscópicas de baixa e média complexidade ao final de 1 ano de treinamento.

 

PERÍODO

 

            11 meses (fevereiro a dezembro)

 

PROGRAMAÇÃO

 

            O curso é dividido em 11 módulos mensais de 3 dias, sempre nas sextas-feiras, sábados e domingos, iniciando em fevereiro e terminando em dezembro de cada ano.

- Sexta-feira - cirurgias laparoscópicas a serem realizadas pelos alunos e treinamento prático em simuladores e caixas-pretas no Hospital e Maternidade Parolin (Hospital São Lucas; Rua Generoso Marques, 2022 – Campo Largo) - das 07:30 até as 19:00       

- Sábado - cirurgias laparoscópicas a serem realizadas pelos alunos e aulas teróricas e treinamento prático em simuladores e caixas-pretas no Hospital e Maternidade Parolin (Hospital São Lucas; Rua Generoso Marques, 2022 – Campo Largo - PR) - das 07:30 até as 19:00             

- Domingo - aulas teóricas no auditório do Centro Médico Hospitalar Sugisawa (Av. Iguaçu 1236, Curitiba - PR) - das 08:00 até as 13:00           

           

            As 2 exceções serão os módulos 1 e 2 que transcorrem da seguinte forma (à confirmar):

            - Módulo 1: quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira, sábado e domingo.

            - Módulo 2: quinta-feira, sexta-feira e sábado, em São Paulo.

            As cirurgias iniciam no mês de abril.

            As aulas teóricas são realizadas no auditório do Centro Médico-Hospitalar Sugisawa (av. Iguaçu 1236 – andar térreo) nos domingos.

            As atividades práticas em centro cirúrgico ocorrem no Hospital e Maternidade Parolin (Hospital São Lucas; Rua Generoso Marques, 2022 – Campo Largo).

            Após as divisões dos grupos de trabalho no módulo 1, cada grupo de 3 pessoas deve acompanhar os procedimentos cirúrgicos ginecológicos realizados pelos instrutores na segunda feira no Hospital Vita Batel e/ou Hospital Sugisawa pelo menos 2x durante o ano.

 

PRÉ-REQUISITO

 

            Comprovar residência médica em Ginecologia e Obstetrícia reconhecida pelo MEC e CRM ou estar cursando o último ano de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia em instituição reconhecida pelo MEC.

 

PERÍODO DE INSCRIÇÕES

 

            Agosto a novembro do ano anterior

            Email para contato e reserva de vagas: williamkondo@yahoo.com

 

INVESTIMENTO

 

            À ser definido anualmente.

  

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Cópia do CRM;

Cópia do CPF;

Foto digitalizada;

Cópia autenticada do Diploma Médico e do comprovante de residência médica em Ginecologia e Obstetrícia OU cópia autenticada do Diploma Médico e declaração do serviço de residência médica comprovando que esteja cursando o último ano do Programa de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia;

Currículo resumido (favor incluir no final do currículo um adendo contendo a eventual experiência prática na área de endoscopia ginecológica - cursos teóricos e práticos, número aproximado de cirurgias endoscópicas como auxiliar e como cirurgião).

 

NÚMERO DE VAGAS

 

            12 a 15 vagas

 

CRONOGRAMA (SUJEITO A ALTERAÇÕES)

 

MÓDULO 1 (CURSO DE SUTURA) - FEVEREIRO

 

MÓDULO 2 (MÓDULO EXPERIMENTAL EM ANIMAIS) - MARÇO

 

MÓDULO 3 - ABRIL

- Endometriose superficial

 

MÓDULO 4 - MAIO

- Histerectomia

 

MÓDULO 5 - DE JUNHO

- Ovário

 

MÓDULO 6 - JULHO

- Miomas

 

MÓDULO 7 - AGOSTO

- Dor pélvica crônica

- Infertilidade

  

MÓDULO 8 - SETEMBRO

- Endometriose profunda

 

MÓDULO 9 - OUTUBRO

- Cirurgias tubárias

- Assoalho pélvico

 

MÓDULO 10 - NOVEMBRO

- Oncologia ginecológica

 

MÓDULO 11 - DEZEMBRO

- Complicações

- Miscelânia

  

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

 

            O aluno deverá cumprir o programa do estágio obrigatório, atingindo uma frequência igual ou superior a 75%.

            Cada grupo deverá escolher junto com os instrutores um tema para o Trabalho de Conclusão de Curso, que deverá idealmente ser encaminhado para publicação em revista médica específica de cirurgia laparoscópica. O certificado do Programa de Treinamento será entregue após a aprovação do trabalho de Conclusão de Curso.

 

APOIO

           

            O programa terá o apoio da SOBRACIL (Sociedade Brasileira de Videocirurgia) e da SOBENGE.

            Os organizadores do curso fazem parte do PROJETO JOVEM CIRURGIÃO DESPERTAR (PJCD) da SOBRACIL e oferecerão algumas bolsas de acordo com as normas do PJCD (vide site da SOBRACIL http://www.sobracil.org.br/noticia_008.asp)